Chicago Fire – 5×19 Carry Their Legacy

27 de abril de 2017 Por:

Já vimos muitas vezes em Chicago Fire que o dia a dia do trabalho dos bombeiros não tem nada de rotineiro. Embora algumas ocorrências sejam parecidas, as decisões precisam ser tomadas caso a caso e, muitas vezes, há risco envolvido. No episódio dessa semana, vidas foram perdidas por conta de um erro.

Tudo parecia caminhar para um dia normal no Batalhão 51, com o humor leve rondando os acontecimentos, até que o caminhão 81 é acionado para ajudar o esquadrão do amigo de infância do Casey. Deu para perceber que o Kannell estaria envolvido em alguma encrenca assim que apareceu, porque sabemos que ninguém surge por acaso em Chicago Fire, então não foi surpresa ver que a situação no local da ocorrência era grave.

Casey, como sempre, tomou a frente e desceu no túnel onde havia ocorrido a explosão e conseguiu ajudar os colegas a saírem. Dois deles, no entanto, não sobreviveram. Parecia que tudo caminhava para a culpa de Kannell, que teria descido mesmo sabendo do risco. O tenente não comprou essa história e acabou descobrindo que o colega estava assumindo a culpa para não manchar a reputação do amigo que morreu.

Mais uma vez, a série mostra que o trabalho dos bombeiros, perigoso como é, faz com que os colegas se tornem uma verdadeira família. Um precisa confiar no outro sempre, então as relações acabam se estreitando. Casey já deixou claro que não vai permitir que Kannell enterre sua carreira para proteger os amigos, e o drama deve continuar no episódio da próxima semana.

Outro drama que deve continuar rendendo na série é o de Anna e Severidade. Ao contrário do que pareceu no último episódio, o pai do tenente não tinha nada a ver com ela fugir do restaurante e terminar com o Kelly sem explicações. O câncer dela voltou e, aparentemente, dessa vez é muito mais agressivo. Muito triste! Não esperava que fossem retomar isso na história dos dois, então fui surpreendida. Severide foi fofo em insistir para ficar ao lado da enfermeira, mas essa jornada provavelmente não será fácil. Será que ele consegue dar conta? Espero que sim, já que o caminho do personagem tem sido o de ser uma pessoa melhor.

O episódio não foi feito só de situações tristes. Dawson e Brett tiveram que fazer um curso de reciclagem por deixarem um novato fazer um atendimento, lembram? Enquanto Gabby estava infeliz por ter que fazer isso, Sylvie só queria ser uma boa aluna. Foi impagável ver a cara dela quando Gabby mostrou que tinha acertado 100% do teste. Eu confesso que também cheguei a pensar que ela teria que refazer o curso.

Também foi divertida a ajuda involuntária do Otis no resgate do homem preso no cimento. Será que ele estava esperando por extraterrestres? Apesar da situação ser tensa, com risco de morte, inclusive, a forma como o Casey lidou, entrando na história da vítima, foi bem pensado. Falando em Otis, parece que o roteiro está indicando um romance dele com a nova secretária. Espero que dessa vez ele encontre mesmo alguém legal.

Observações:

  • Gabby feliz com o professor gato. Eu te entendo!
  • Eles fazem aposta por tudo nesse Batalhão né? Quem apostou na Connie colocando a Marcy para correr se deu mal
  • Sério que a Stella vai ficar só como conselheira sentimental do Severide? Ela merece mais do que isso
  • Cadê o Cruz? Ele mal tem aparecido nessa temporada.

E vocês, o que acharam do episódio? Estamos na reta final desta quinta temporada de Chicago Fire. Deixem seus comentários!

Jornalista, mãe, apaixonada por séries desde a época da Sessão Comédia, Gosto de dramas que emocionam e de comédias inteligentes. Também sou fã dos seriados de super-heróis.

São Bernardo do Campo, SP

Série Favorita: Outlander

Não assiste de jeito nenhum: The Blacklist

Girlboss: guia do que NÃO fazer na vida adulta

2 semanas atráscomentarios

Teve gente que gostou de Girlboss, teve gente que achou a série fraca. Mas em uma coisa todo mundo certamente concorda: Sophia é um dos piores seres humanos que já vimos como protagonista de uma série. E com ela a gente pode aprender muito sobre o que não fazer para ser uma pessoa melhor. 5. Não roubar Em GirlBoss, uma das primeiras coisas que descobrimos sobre Sophia é que ela acha normal roubar. Não, ela não rouba porque precisa, porque quer ajudar alguém, ou se quer por uma questão de princípios contra uma sociedade capitalista. Sophia rouba porque se sente superior e simplesmente não respeita os outros, – muito menos suas propriedades. 4. Não ser egoísta com a melhor amiga […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

3 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter