Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Dead of Summer – 1×06 The Dharma Burns

Por: em 4 de agosto de 2016

Dead of Summer – 1×06 The Dharma Burns

Por: em

Meus amigos, como eu gostaria de elogiar a série, mas ainda não foi dessa vez. Assistir os 42 minutos de Dead of Summer foi uma tortura e nada na história funcionou.

O passado de Deb veio para mostrar que a personagem além de irresponsável na condução do Stillwater’s – como Blair apontou muito bem – é doida.  Elizabeth Mitchell não consegue impor o tom da personagem, além de lembrar muito sua personagem de Lost, a advogada de Harvard que queria mudar o mundo é chata a desinteressante. Com uma história tão clichê  e sem nenhuma inspiração, descobrir que o seu amor de verão na verdade estava morto só me fez querer me matar com tamanha enrolação.

Deb
Em relação a morte de Cricket o plot não poderia ser mais furado. Imagine que sua filha tenha morrido em um acampamento sem nenhuma explicação plausível a sua mãe aceitaria a morte de forma tão passiva? Apenas o abraço de Blair e está tudo certo… bola pra frente e vida que segue.

A cena com o chamamento dos espíritos não poderia ser pior. Reconheço que a série não tem uma produção Game of Thrones, porém não me refiro aos efeitos especiais, mas sim ao descuido da produção com pequenas coisas. A voz do espírito que possuiu Amy foi tão mal encaixada, sendo notadamente uma dublagem. Medo?? Não vou nem comentar porque foi quase uma cena de comédia. A aparição de Cricket não serviu para nada, uma vez que era já sabíamos que provavelmente alguém a teria empurrado na armadilha.

Jessie, a mais descrente, foi a única que realmente conseguiu alguma evolução na trama, junto com o Xerife encontrou os sacríficos feitos pelo culto e aparentemente parece revelar a finalidade de tantas mortes. Blotter que estava desaparecido e ninguém tinha se importado com isso (esses campistas não tem pais???) foi encontrado morto e, portanto, outra vítima do seita.

Amy

 

Dead of Summer tem muitos problemas, como já citei nas review’s passadas, entretanto, apesar de toda essa confusão do roteiro e seu maior problema é que a série se leva a sério demais. Existe um gênero do cinema preconizado por Sam Raimi que misturava comédia com terror e, assim, a trama se dividia entre cenas divertidíssimas e momentos de tensão, toda a produção utilizava um baixo orçamento e o resultado final era um ótimo filme. Os roteiristas poderiam inspirar neste gênero e parar de subestimar seu público com uma história preguiçosa que não anda para lado nenhum e sem nenhuma coerência.

Gostaria de ter algo de bom para comentar, porém nesta semana a única diversão que tive ao assistir Dead of Summer foi ver a tela preta e saber que o meu sofrimento havia acabado.


E você sofreu muito com The Dharma Burns? Sofra comigo e deixe sua opinião aqui… Até semana que vem 😉


Patrícia Martinez

Uma paulista que iniciou no mundo da séries graças as manhãs de domingo no SBT e atualmente tem um relacionamento sério com maratonas no Netflix

São Paulo

Série Favorita: The Big Bang Theory

Não assiste de jeito nenhum: House

  • Thalys Pontes

    Acho que percebi que essa série não valia meu tempo na metade do piloto. Ainda bem que confiei no meu sexto sentido de seriemaniaco! 🙂
    O engraçado é que passo sempre aqui nas suas reviews para confirmar que fiz bem.
    Liberte-se dessa bomba, Patricia. Nós não julgaremos você. rs

    • Patricia Martinez

      Se eu consegui assistir esse último episódio acho que chego até o final da temporada hahahahaha
      Ta difícil, mas se a série fosse trash e despretensiosa iria me divertir,porém eles se levam a sério demais e tudo fica muitoooooo ruim hahahahaha
      Mas vou treinando minha paciência assistindo Dead of Summer hahahaha

  • Lino

    Concordo com a review e a citação a Sam raimi e a filmes como Evil Dead me agradaram mt
    Ótima review

  • janaína

    Quando apareceu o amigo da Juliet de Lost, tinha certeza absoluta de que ele estava morto! HAHA

    • Patricia Martinez

      Eu fui enganada… Não achei que ele estava morto hahaha

  • Nickolas Girotto

    Cara é tudo confuso, eles não sabem em que gênero de filme se encaixam, ja tem até possessão agora hahah, a mulher do lost, com referencia a Dharma do lost também, que loucura hahah
    A mãe da Crickrt, tive o mesmo pensamento que tu, achei que ela até tinha sobrevivido hahah a mãe estava muito tranquila, mas tudo bem né pessoal, ja morreu 2 aqui, vida que segue, vamos continuar com o trabalho.

    • Patricia Martinez

      Não apareceu nem o pai hahahahaha Vou começar assistir pensando que é uma comédia pq só assim pra ter alguma graça essa série hahahaha

×