Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Essa série é ruim, mas é boa

Por: em 22 de Maio de 2016

Essa série é ruim, mas é boa

Por: em

Spoiler Free!

Este texto não contém spoilers,

leia à vontade.

Como todo viciado em séries, nós aqui do Apaixonados, temos nossos momentos de fundo do poço. Quando se assiste a muitas séries é inevitável que, dentre tantas, apareça aquela bem vergonhosa, que você não entende por que continua assistindo. Fala a verdade, você sabe exatamente do que eu estou falando! Todo mundo tem aquela série que é ruim, mas é boa para chamar de sua. Vem ver as nossas!

The Ranch

The-RanchEla veio com a promessa de mudar o conceito de sitcom e, bom, não mudou nada. É um sitcom como tantos outros que conhecemos e como, tirando umas poucas exceções, não é o tipo de formato que mais me agrada, The Ranch já não tinha muitos motivos para me fisgar. Mas, né, está ali no Netflix e tem Kelso e Hyde (sim, That ’70s Show eu gostava MUITO), então fui assistindo. Só que a cada episódio eu ficava me perguntando por que estava assistindo. São poucas cenas de fato engraçadas, é tudo um tanto óbvio, mas, por outro lado, entretém. A temporada foi dividida em duas partes, a primeira assisti toda e é provável que eu vá assistir à segunda também. The Ranch não tem nada demais, não reinventou nada, mas é divertida, distrai e entretém. É boa para aqueles momentos que você quer assistir alguma coisa, mas também continuar olhando o feed do Instagram. 😛

Flaked

FlakedPreciso começar dizendo que detesto o Will Arnett, protagonista de Flaked. Acho sem graça e, normalmente, não gosto de nenhuma produção que ele participa. Mas gostei de Flaked – só que não muito. A história é boba, os personagens são fraquinhos e nada se destaca. Não sei se é o fato de ser passada em Venice Beach, que é um lugar que eu (e todo mundo) gosto muito, naquele clima californiano, não sei, a série foi crescendo em mim. Não é uma obra-prima – longe disso -, mas, assim como The Ranch, entretém bastante e, para minha surpresa, apresenta um plot twist inesperado. Enquanto assistia aos episódios não estava gostando muito, mas, depois do final, acho que até comecei a olhar com outros olhos.

2 Broke Girls

2-Broke-Girls2 Broke Girls se encaixa perfeitamente no tema principal deste nosso post. As ex-vendedoras de cupcakes, Max e Caroline, continuam com o bom humor e passando por situações engraçadas, mas que não me leva a dar aquela risada gostosa como em 2011, ano de estreia do seriado. Só que pelo menos, em um fato, os roteiristas acertaram de mão cheia, fazendo com que eu ainda a considere boa: os personagens que rodeiam a vida das garotas! Seja pelo jeito estonteante da polonesa Sophie, os comentários irreverentes de Earl sobre a sua velhice, as insinuações sexuais de Oleg e o fofo Han Lee tentando não ficar sem graça perante os deboches de sua empregada Max, fazem com que 2 Brooke Girls seja considerada ruim, mas boa ao mesmo tempo!

por Arthur

Melissa and Joey

Melissa-and-JoeyMelissa and Joey era uma comédia de família recheada de clichês, cenas de vergonha alheia, um casal que finge se odiar, risadas ao fundo, um roteiro fraco…. Mas com o passar dos episódios, a química entre o casal ficou cada vez mais evidente e natural. Os plots, mesmo clichês, foram bem trabalhados, tornando a série um divertimento leve, e tudo que parecia “ruim” pareceu se encaixar. A série nunca chegou a ser uma obra prima, mas era quase boa e me divertia bastante.

por Andrezza

Cougar Town

Cougar-TownNão tem defesa, Cougar Town é em suma muito ruim, roteiro fraco, situações forçadas e sem sentido, além de personagens rasos e em sua maioria apáticos. A tentativa de voltar ao auge da carreira de Courteney Cox (Friends) não foi muito bem sucedida, a protagonista do show é coisa a mais non sense nele, tudo nela soa exagerado. Contudo, a âncora que me prendia a série, até o seu eventual e esperado cancelamento, tem nome e sobrenome: Ellie Torres! Sarcástica, implicante e língua afiada, tudo isso regado a muito vinho, Ellie formava com o marido Andy o melhor casal; ele dedicado e ela numa constante implicância disfarçada de evidente amor. Ellie ofuscava todos os gritantes exageros e erros da série, pela personagem vale a pena, que muito antes de virar moda já não estava disposta. Cougar Town é ruim gente, mas é boa sabe, apesar de tudo alguns momentos cômicos demonstram a capacidade que a série tinha, pena que não foi aproveitado. #pennycan

por Ana Rebeca

Scream

Scream
Todo ano prometo a mim mesma que vou parar de assistir às séries da MTV, seja pelos péssimos atores, seja pela péssima história, mas todo ano continuo assistindo. Quando descobri que iriam lançar uma série baseada no clássico filme Pânico, minha empolgação foi à mil. A expectativa era grande, mas, como sempre, não foi correspondida. Então, por que eu ainda continuo assistindo e esperando ansiosamente a segunda temporada? Sério, a Emma é tão chata, a história é tão clichê e como sempre, os atores são ruins. Porém, as referências à cultura pop e alguns personagens – como a Audrey e o Noah -, fazem com que você fique feliz por aqueles 40 minutos. Não assista Scream esperando uma série fantástica, mas não se surpreenda se não conseguir larga-la mais.

por Karine

Agora é sua vez. Conta pra gente qual é a sua série ruim do coração! 😉


Fernanda Faria

Adora fazer nada, mas faz tudo ao mesmo tempo. Viciada em séries de tudo quanto é tipo, guarda um espacinho maior no coração para as de temática transgressora. Precisa de uma bela pitada de humor pra viver.

São Paulo - SP

Série Favorita: Breaking Bad

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

×