Outubro Rosa: Mês da Luta contra o câncer de mama

8 de outubro de 2009 Por:

Câncer de mama é um assunto muito sério, e a campanha outubro rosa é para conscientizar as pessoas de todo o mundo sobre a importância de se cuidar e fazer exames para descobrir a doença no seu estado inicial: quanto mais cedo maior a chance de cura completa.

Samantha Jones é uma mulher fortíssima, muito decidida, que embora já passasse dos 40 anos, não se consultava regularmente. Ela só descobriu o câncer quando quis fazer uma cirurgia para aumentar os seios e o médico descobriu o nódulo. É importante lembrar que o auto-exame não é mais o método principal para descobrir o câncer, porque quando os nódulos já estão perceptíveis ao tato, a doença já está num estado mais avançado.

Então, como descobrir precocemente? Para mulheres com mais de 40 anos, é importante fazer mamografia todo ano! O histórico familiar deve ser levado em conta, e se algum parente já teve câncer de mama ou de ovários na sua família, você deve começar a fazer exames preventivos 10 anos antes da idade que ele tinha ao descobrir o câncer. Para mulheres jovens, a mamografia não é tão eficiente, porque a glândula mamária ainda é muito densa, atrapalhando a imagem. O que fazer então? Ultra-som das mamas todo ano, é o que eu faço desde os 25!

Se a Samantha tivesse feito isso, teria descoberto mais cedo, e provavelmente não teria passado por quimioterapia. Tem gente que além da quimioterapia, tem que fazer radioterapia e mastectomia. Algumas mulheres não fazem por vaidade, mas a reconstrução das mamas é garantida a todas pelo SUS. Além da obrigação de fazer a mamografia uma vez por ano para mulheres acima de 40 anos.

Mas o que eu queria falar mesmo aqui era de um assunto muito importante: a coragem, e o apoio que as pessoas que descobrem que tem um câncer de mama precisam. É algo que mexe com a vaidade das mulheres, os seios são a feminilidade da mulher e uma mastectomia abala muito. A coragem para enfrentar a doença tem que vir de dentro, é importante não se deixar abalar, mas também precisamos de pilares que nos sustentem.

A família e amigos são essenciais nesse processo, eles funcionam como pilares. Lembram do suporte que a Samantha teve da Carrie, Miranda e Charlotte? O namorado, Smith, também teve um papel importante. Tudo que se puder fazer para entender e dar suporte a uma pessoa doente é fundamental, conhecer os efeitos de cada tratamento, saber onde e como procurar ajuda e, se necessário, buscar até a ajuda de um profissional de psicologia.

Conhecimento é tudo, tanto na prevenção, no tratamento, no apoio e na hora de escolhas difíceis. O outubro rosa é uma forma de, nesse mês, divulgarmos toda informação que tivermos sobre o assunto para alcançar todas as pessoas, seja sua mãe, filha, prima, cunhada, amiga, colega de trabalho…

Vejam o que a Samantha fala numa palestra de apoio a pesquisa sobre o Câncer de mama:

Edit: Mais um vídeo que a Bruna passou, com atrizes de séries conversando sobre o câncer de mama, em inglês.

Vamos conhecer, aprender e divulgar:

Mulher consciente – Blog

Força na peruca neste outubro rosa. – Blog da Sam Shiraishi

Top 10 coisas que você precisa saber sobre o Câncer de mama – Blog da Lady Rasta

A informação pode salvar vidas (PDF) – do INCA

Câncer: atendimento no SUS (PDF) – do INCA

Você tem um post sobre o Outubro rosa? Fala pra gente aqui nos comentários! Tudo sobre o assunto é bem vindo.

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • No Second Life a campanha está sendo muito bem divulgada e compartilhada. Abraçamos essa nobre causa da prevenção do câncer de mama no estilo 3D, com avatares vestindo a camisa da campanha, propagando pelos quatro cantos do mundo. Proteja quem você ama começando por você mesma. Contamos com a participação da Foundation Organization For Life. Estiveram presentes amigos e familiares.

    http://www.youtube.com/watch?v=bsMyOerz-mI&hd=1

Desventuras em Série – Série de TV versus Filme

1 semana atráscomentarios

Depois de uma longa espera e muita expectativa, Desventuras em Série estreou este ano no Netflix. A série, derivada da série de livros escrita por Daniel Handler, sob a alcunha de “Lemony Snicket”, foi muito bem recebida pelos críticos, apesar de algumas críticas negativas. Entretanto, esta não foi a primeira adaptação da obra, em 2004 “Desventuras em Série” ganhou vida no cinema, protagonizado por Jim Carrey. Neste texto, vamos explorar as principais diferenças entre as duas obras. O que torna cada uma delas especial? Abrangência e ritmo Uma das principais diferenças entre as duas obras, obviamente, é o ritmo. O filme conta a história dos três primeiros livros da saga em quase duas horas de duração, enquanto a série possui oito […]

Leia o post completo

A vida como ela é no final de How I Met Your Mother

1 semana atráscomentarios

Após dedicados anos acompanhando as hilárias histórias de vida em todos os seus aspectos, profissional, familiar e amorosa, dos cinco melhores amigos de How I Met Your Mother eis que o anuncio da temporada final da sitcom de grande sucesso não foi encarada com surpresa, pelo contrário, com muita expectativa, finalmente teríamos a conclusão da história como um todo e, principalmente, de uma saga particular e assustadoramente verdadeira em seu cerne em busca do amor verdadeiro que levou anos demais para ser contada, visto que, já estávamos bastante cientes do ”final” desde o início do show. Aparentemente, tudo se encontrava mais ou menos encaminhado para uma finalização previsível e fechadinha para todos os personagens, bom, pelo menos para Lily (Alyson Hannigan)/Marshall […]

Leia o post completo

Melhores momentos da 4ª temporada de Bates Motel

2 semanas atráscomentarios

A quarta temporada de Bates Motel foi um deleite para os fãs da série e de um bom suspense. Foi nesta season que a história focou no elemento principal: a relação entre mãe e filho, deixando de fora plots desinteressantes (oi, plantação de maconha!) e que não contribuíam nada no enredo. Quem conhece o filme Psicose, de Hitchcock, e o livro que originou a história sabe que os eventos que aconteceram ao decorrer da temporada eram inevitáveis. Por mais tristes que sejam, certas coisas precisavam acontecer. Assim, é necessário relembrar os melhores momentos do quarto ano antes do início da quinta e última temporada: Norma(n) Já na primeira temporada percebemos que Norman Bates não era igual as outras pessoas. A super dependência […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter