Outubro Rosa: Mês da Luta contra o câncer de mama

8 de outubro de 2009 Por:

Câncer de mama é um assunto muito sério, e a campanha outubro rosa é para conscientizar as pessoas de todo o mundo sobre a importância de se cuidar e fazer exames para descobrir a doença no seu estado inicial: quanto mais cedo maior a chance de cura completa.

Samantha Jones é uma mulher fortíssima, muito decidida, que embora já passasse dos 40 anos, não se consultava regularmente. Ela só descobriu o câncer quando quis fazer uma cirurgia para aumentar os seios e o médico descobriu o nódulo. É importante lembrar que o auto-exame não é mais o método principal para descobrir o câncer, porque quando os nódulos já estão perceptíveis ao tato, a doença já está num estado mais avançado.

Então, como descobrir precocemente? Para mulheres com mais de 40 anos, é importante fazer mamografia todo ano! O histórico familiar deve ser levado em conta, e se algum parente já teve câncer de mama ou de ovários na sua família, você deve começar a fazer exames preventivos 10 anos antes da idade que ele tinha ao descobrir o câncer. Para mulheres jovens, a mamografia não é tão eficiente, porque a glândula mamária ainda é muito densa, atrapalhando a imagem. O que fazer então? Ultra-som das mamas todo ano, é o que eu faço desde os 25!

Se a Samantha tivesse feito isso, teria descoberto mais cedo, e provavelmente não teria passado por quimioterapia. Tem gente que além da quimioterapia, tem que fazer radioterapia e mastectomia. Algumas mulheres não fazem por vaidade, mas a reconstrução das mamas é garantida a todas pelo SUS. Além da obrigação de fazer a mamografia uma vez por ano para mulheres acima de 40 anos.

Mas o que eu queria falar mesmo aqui era de um assunto muito importante: a coragem, e o apoio que as pessoas que descobrem que tem um câncer de mama precisam. É algo que mexe com a vaidade das mulheres, os seios são a feminilidade da mulher e uma mastectomia abala muito. A coragem para enfrentar a doença tem que vir de dentro, é importante não se deixar abalar, mas também precisamos de pilares que nos sustentem.

A família e amigos são essenciais nesse processo, eles funcionam como pilares. Lembram do suporte que a Samantha teve da Carrie, Miranda e Charlotte? O namorado, Smith, também teve um papel importante. Tudo que se puder fazer para entender e dar suporte a uma pessoa doente é fundamental, conhecer os efeitos de cada tratamento, saber onde e como procurar ajuda e, se necessário, buscar até a ajuda de um profissional de psicologia.

Conhecimento é tudo, tanto na prevenção, no tratamento, no apoio e na hora de escolhas difíceis. O outubro rosa é uma forma de, nesse mês, divulgarmos toda informação que tivermos sobre o assunto para alcançar todas as pessoas, seja sua mãe, filha, prima, cunhada, amiga, colega de trabalho…

Vejam o que a Samantha fala numa palestra de apoio a pesquisa sobre o Câncer de mama:

Edit: Mais um vídeo que a Bruna passou, com atrizes de séries conversando sobre o câncer de mama, em inglês.

Vamos conhecer, aprender e divulgar:

Mulher consciente – Blog

Força na peruca neste outubro rosa. – Blog da Sam Shiraishi

Top 10 coisas que você precisa saber sobre o Câncer de mama – Blog da Lady Rasta

A informação pode salvar vidas (PDF) – do INCA

Câncer: atendimento no SUS (PDF) – do INCA

Você tem um post sobre o Outubro rosa? Fala pra gente aqui nos comentários! Tudo sobre o assunto é bem vindo.

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • No Second Life a campanha está sendo muito bem divulgada e compartilhada. Abraçamos essa nobre causa da prevenção do câncer de mama no estilo 3D, com avatares vestindo a camisa da campanha, propagando pelos quatro cantos do mundo. Proteja quem você ama começando por você mesma. Contamos com a participação da Foundation Organization For Life. Estiveram presentes amigos e familiares.

    http://www.youtube.com/watch?v=bsMyOerz-mI&hd=1

The Fall é uma série misógina?

3 dias atráscomentarios

Ano passado, chegou ao fim a série The Fall, que contava a história da investigação criminal liderada pela detetive superintendente Stella Gibson (Gillian Anderson) para capturar o serial killer Paul Spector (Jamie Dornan). Stella é uma investigadora experiente chamada pela polícia para resolver o assassinato de uma jovem na região de Belfast, mas ela acaba descobrindo uma ligação com casos anteriores. A série, tida por muitos como feminista, foi alvo de críticas. Alguns críticos defendem que em vez de ser uma série feminista, The Fall acabou se tornando uma série misógina. Entretanto, os argumentos que ancoram a tese parecem frágeis: 1 – Stella Gibson é objetificada Dizem os críticos que ao ser apresentada como uma mulher muito atraente, que está […]

Leia o post completo

Desventuras em Série

4 dias atráscomentarios

“Se você estiver interessado em histórias com finais felizes, vá procurá-las em outro lugar. Nesta história não há um final feliz, nem começo feliz e poucas coisas felizes entre uma coisa e outra.” Inspirada na saga de 13 livros, escrita por Daniel Handler sob o pseudônimo de Lemony Snicket, Desventuras em Série finalmente chegou à Netflix, para uma temporada de oito episódios. A expectativa era gigantesca, afinal além dos fiéis leitores dos livros, a história já era conhecida do grande público, em função do filme estrado por Jim Carrey, em 2004. Sendo assim, fico contente em afirmar que a obra não decepciona, porém, dificilmente conseguirá agradar a gregos e troianos. Em seu primeiro episódio – Mau Começo: Parte Um – […]

Leia o post completo

Victoria

6 dias atráscomentarios

Estávamos dividindo as séries para fazermos análises nessa mid-season e me deparei com Victoria, que estreia de 15 de janeiro pela PBS nos Estados Unidos, mas quando fui pesquisar mais sobre ela, descobri que se trata de uma série produzida originalmente pela ITV, emissora britânica, e que já tem a primeira temporada encerrada. Muitas vezes a gente acaba dando muita ênfase apenas para séries americanas e se esquece de que em outras partes do mundo, coisas incríveis estão sendo feitas, como disse a Virgínia em sua análise de Please Like Me. Mas eu digo que isso acaba agora, vem ver porque Victoria não é apenas uma das melhores séries que eu já assisti como é a primeira que eu daria […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter