Os indicados ao Globo de Ouro 2018

As nomeações à 75ª edição do Globo de Ouro foram anunciadas nesta segunda-feira pela manhã por…

Primeiras Impressões: Dark

Dark é uma produção alemã de suspense e terror, criada por Baran do Odar e Jantje…

Papai Noel, eu fui um menino levado!

Por: em 23 de dezembro de 2009

Papai Noel, eu fui um menino levado!

Por: em

Ontem mostramos as cartinhas de quem se comportou nesse ano de 2009. Mas hoje é dia de ver quem mandou sua carta e não receberá presente na noite de Natal. Algumas delas não foram ruins, apenas tiveram baixas audiências ou pecaram um pouco na história. Outras, vieram com hypes enormes e fracassaram bonito.

Ruins1

Cougar Town

Não que eu tivesse prometido muito mesmo, afinal, milhares não acreditavam em mim. Vim ao mundo para ser uma boa comédia tranquila e tranquila e monótona é o que consegui ser. Conto com Courteney Cox no meu elenco, além de Dan Byrd, Christa Miller e Busy Phillips, mas não fiz sucesso. Comecei bem, não vou mentir, mas depois fiquei na mesmice e não fiz as pessoas gargalharem. Tudo bem que Cox foi indicada ao Globo de Ouro de melhor atriz, mas nem eu mesmo acredito nisso. Vamos ver se 2010 vai ser um ano melhor.

Lost

Que fique claro: eu NÃO fui ruim!! Minha história continuou instigante e meus personagens também se saíram bem, os novos e os antigos. Elizabeth Mitchell, Josh Holloway, Michael Emerson e Terry O’Quinn novamente deram show e apresentei alguns bons aspectos de minha mitologia, como Jacob. Porém, foi o meu pior ano até aqui. Milhares me abandonaram devido as viagens no tempo, pois acharam confusas e sem nexo. Além disso, meus episódios de estreia foram os começos de temporada menos assistidos e pela primeira vez na história, alguns episódios foram assistidos por menos de 10 milhões de telespectadores. Emerson levou um Emmy por essa temporada, mas sabemos também que foi seu ano “menos bom”. Mas tudo bem, ano que vem, só tem eu na parada!!

CSI

Papai Noel, sei que não fui muito bem esse ano, mas eu tentei! Depois que o Grissom saiu eu tentei achar alguém para substitui-lo a altura, achei o Lawrence Fishburne, achei que os fãs iam gostar dele, mas não deu muito certo. Tentei fazer um mega crossover entre todas as minhas franquias, mas também não tive muito sucesso, ficou bem abaixo das coisas que já fiz anteriormente.

Ruins2

FlashForward

Papai Noel…eu apenas prometi demais e esse foi meu grande erro. O novo Lost? Quem dera! Trazendo uma premissa fantástica e tramas para lá de magníficas, estreei muito bem. E só. Após meu segundo episódio, mostrei histórias fracas, centrei nos pontos errados, meus atores se perderam e meus roteiristas…bem…precisaram fazer uma pausa. Minha audiência só diminuiu e o mundo todo me viu como a maior decepção da temporada. É o que dá falar antes da hora, né.

Heroes

Mesmo mostrando histórias um pouquinho mais amarradas que minhas últimas duas temporadas, não tenho mais jeito. Trouxe Robert Knepper para me dar uma ajuda, mas parece que o público realmente está me abandonando. Boatos de cancelamentos surgiram aos montes, mas parece que sou forte e posso garantir uma quinta temporada. Em pouco tempo tive as piores audiências de minha história, quase chegando aos 4 milhões, além de ter apelado para um beijo lésbico. Papai Noel, eu não mereço presente.

Three Rivers

Querido Papai Noel, eu deveria ter me comportado neste ano. Apareci como o grande drama médico da temporada, em uma tentativa de conquistar os fãs saudosos de E.R. e impedir que eles migrem para Grey’s Anatomy, mas falhei. Eu tinha um tema bem específico, contar a vida (e a morte) dos doadores de órgãos. Abusei da tecnologia para conseguir conquistar a audiência mais jovem, usando telas sensíveis ao toque e papel eletrônico com o prontuário médico, e tinha médicos bonitões (ah, David Lee!) para conquistar as mulheres. Porém, errei ao não desenvolver a parte emocional do roteiro e ao usar closes de câmera e mudanças de cenas dignos de novelas mexicanas.

Ruins3

The Beautiful Life

Papai Noel, eu fui uma garota má neste ano. Bom, com o meu produtor executivo sendo o ator Ashton Kutcher, eu não poderia ser diferente, não é mesmo? Eu queria mostrar como era de verdade o mundo das modelos, que todo aquele glamour existia só na passarela e para as câmeras de TV. Pela minha baixa audiência, parece que o público prefere continuar a viver em um mundo de fantasia. Ou será que foram os barracos da Mischa Barton que estragaram a expectativa por mim? Mas eu – e o Ashton – sou teimosa e acho que mereço mais do que ter apenas dois episódios exibidos. Vou atacar pelo YouTube também. Você não quer saber o que acontece com a Raina e o Chris?

Gossip Girl

Querido Papai Noel, eu nunca fui uma garota boazinha. Adoro uma boa fofoca e espio e espalho os segredos dos jovens do Upper East Side sem o menor peso na consciência. E como eu gosto de uma boa conversa sobre a vida alheia! Este ano foi bem agitado: Chuck beijou um outro homem, a Blair muda de personalidade quando lhe convém, Vanessa, Olivia e Dan em um ménage! A Georgina passou para dar um alô e a Little J. se metendo com drogas… mas estou como a Serena, em uma grande crise existencial e não sei o que fazer para manter meus seguidores comigo. Quem sabe apostar no Nate… XOXO

Eastwick

Querido Papai Noel, eu tentei, mas não consegui me comportar bem neste ano. Eu tinha tudo para dar certo: bom elenco, ótimas atrizes principais, com química e que pareciam ser amigas mesmo, uma história bacana para contar vinda de um filme que fez muito sucesso há uns anos. Tudo para dar certo, né? Eu só esqueci que precisava conquistar o público e fazer com que as três bruxas trabalhassem juntas como a equipe que estavam destinadas a ser. E também deixei um pouco de lado os poderes que as faziam especiais e foquei muito mais no lado pessoal delas. Ah, mas eu melhorei (e muito) o cabelo das bruxinhas, vai! Já viram o original de 1987 como era?

Gostou? Acha que outra série deveria estar aqui por suas exibições em 2009? E não se esqueça, 2010 está quase ai e promete, e quanto as que ainda não foram canceladas, vamos ver se melhoram.

Contribuíram comigo nesse post: Bianca (Three Rivers, The Beautiful Life, Gossip Girl, Eastwick) e Camila (CSI).

Para vocês, meu sincero Feliz Natal, e que não só nessa data, mas como em todos os dias do ano, muita paz, sucesso e felicidade acompanhem todos vocês!!


Caio Mello

São Bento do Sul – SC

Série Favorita: Lost

Não assiste de jeito nenhum: Séries policiais

  • Assisti um pouquinho de todas essas séries, menos Three Rivers e Beautiful Life, e pelo visto estava certa de largar todas!

    Quer dizer, ainda acompanho Gossip Girl, mas por pouco tempo! Acho que nem apostando no Nate a série se salva… Quem sabe matando a Serena?

  • Olhe, Heroes e Flash Forward pra mim foram as piores. Heroes ainda digo sem ao menos ter começado a ver essa última temporada, pois a série realmente cansou a tempos atrás. Já FF como disses: prometeu, prometeu e nada fez! tem aí Three Rivers, essa eu estava torcendo tanto para se dar bem, mas acabou não muito bem! Lost realmente não foi ruim, mas foi a temporada mais fraca e ao mesmo tempo confusa! Sem dúvida as expectativas ficam para a seguinte por ser a última da serie, então vale não? The beautiful Life acho que fui um dos poquíssimos que realmente gostaram, mas como ficou mais que provado não foi o suficiente! GG começou muito, mais muito ruim, porém confesso que depois teve alguns episódios que valeram a pena ! Do resto … hahaha. OTIMO POST também!

  • Ana Marta Rodrigues

    Concordo com o que foi dito no´post.Só acho q HEROES não tem mais jeito.

  • Ótimo post e concordo com tudo que foi escrito aí. Heroes é uma decepção pra mim (apesar de nunca ter chegado a ser algo pra muita gente).

  • Eu não achei a 5ª temporada de Lost a pior má neeeem fodendo ahauhauha Mas até entendo as reclamações que ela acabou levando.

    De resto, boa parte eu já passei longe esperando bomba. Cheguei a assistir a 15 minutos de TBL, 2 episódios de Cougar Town e FlashForward… mas não deu. Parei pra nunca mais voltar.

    • Não que tenha sido ruim Guilherme, mas acho que me expliquei bem. Mas também não vou mentir que fiquei mais preso na história nas outras 4 temporadas.

      • Sim, eu entendi que c não achou ruim nem nada, eu que realmente fiquei empolgado igual fiquei nas outras temporadas. Em alguns episódios até mais.

        • Marcelo F Andrade

          eu que realmente fiquei empolgado igual fiquei nas outras temporadas. Em alguns episódios até mais. [2]

          Concordo com o Guilherme Peres. ‘Lost’ rulez! 🙂

  • Diogo

    Nhaaa
    Eu gostei tanto de Cougar Town, espero que volte com episódios melhores ano que vem e que seja renovada para uma 2ª temporada.

    • Não duvido que a série seja renovada Diogo, porém, como eu disse, começou bem, depois….

      • Diogo

        Também não duvido que seja renovada, mas pelo menos, temos uma temporada completa. 🙂

  • ED

    O Post Séries deseja a todoas do Apaixonados por Séries um felicíssimo Natal!

    • Obrigado Ed, feliz Natal pra vocês também!

      PS: tentei ir no seu blog mas deu erro no endereço.

  • lis

    Gossip Girl pra mim foi bem legal ate o meio da primeira temporada, a série se perdeu totalmente e eu não sei porque insistem em manter a série no ar, não sei mais o que vão inventar, pra conseguirem audiência, deveriam é cancelar logo. A negligência com os personagens que entram e saem da série só aumenta, tinham uma bela historia nas mãos, mas não souberam usar.

  • Marcelo F Andrade

    Se eu tivesse de eleger, para mim a pior (na verdade, “menos boa”) temporada de Lost foi a 3a. Devido a truculência excessiva dos “outros” com tortura barata e prisão de três dos principais personagens, além de enredo destoante e atuações fracas de Santoro e Sanches, além da morte de personagens carismáticos e importantes na série.

    Gosto realmente é uma coisa complicada. Para mim esta quinta temporada foi simplesmente SENSACIONAL! O final de temporada é talvez o melhor até agora! Mas concordo que ela tenha ficado talvez mais difícil de acompanhar.

    O enredo não está tão simples e é fácil “viajar na maionese” e essa guinada certamente afastou muitos fãs. Mas são muitos os pontos positivos. Atuações brilhantes de Elisabeth Mitchel, Josh Holoway e Michael Emerson, um novo mote humorístico de Jorge García e Ken Lung, além de revelações e surpresas e novos e intrigantes mistérios dentro do novo contexto.

    A meu ver, “Lost” não foi um menino levado. E a ansiedade pela temporada final agora é quase irresistível.

×