Merlí

Merlí é uma produção catalã de 2015, exibida pela TV3 e estrelada por Francesc Orella que…

Primeiras Impressões: Mindhunter

Mindhunter estreou na Netflix nesta sexta-feira (13) sob toda a expectativa que uma série de David…

Alcatraz

Por: em 19 de janeiro de 2012

Alcatraz

Por: em

“On March 21st, 1963, Alcatraz officially closed. All the prisoners were transferred off the island. Only that’s not what happened. Not at all”.

 

WOW! Não tenho como começar este post de outra forma: adorei Alcatraz! E saibam que eu estava com muitas ressalvas e, até mesmo, uma raiva enrustida da série, já que ela, muito provavelmente, substituirá a excelente Fringe como a série de sci fi da FOX. Entretanto o onipresente J.J. Abrams me surpreendeu novamente e apresentou um show com uma premissa intrigante, ritmo frenético e personagens extremamente carismáticos.

Utilizando como “personagem principal” um dos presídios mais famosos e míticos do mundo, na fenomenal baía de San Francisco, Alcatraz apresenta uma nova versão dos verídicos fatos acerca do encerramento de suas operações: o presídio seria desativado em 1963 pelos altos custos e precariedade das instalações e seus prisioneiros transferidos, sendo essa a versão oficial. Entretanto, 302 pessoas, incluindo funcionários e presidiários, sumiram de The Rock, sem deixar qualquer pista e foram dados como mortos. Assim, o show apresenta o retorno dos grandes criminosos nos dias de hoje sem qualquer sinal de envelhecimento e sem registros.

A série acompanha a secreta força-tarefa que tenta localizar e prender estes criminosos, bem como descobrir suas reais motivações. O departamento é composto pela jovem Rebecca Madsen (Sarah Jones), uma detetive extremamente ligada ao passado da ilha, Diego Soto ou Doc (Jorge Garcia), o historiador nerd e aficcionado pela história da ilha, e Emerson Hauser (Sam Neill), o dúbio agente do governo envolvido em grande parte dos mistérios do show.

Apesar de não gostar de premiere duplas, a apresentação de dois episódios seguidos da série foi importante, já que possui uma premissa cheia de elementos e detalhes. Por ter um ritmo avassalador, sem qualquer tipo de enrolação, as quase duas horas de show foram bem desenvolvidas, impactantes e contaram com inúmeros twists e revelações. Assim, Alcatraz evidenciou que terá uma complexa mitologia que prenderá a atenção dos telespectadores e fãs de sci fi. Acredito que este seja um ponto extremamente positivo do show, apesar de ter uma história super detalhista e misteriosa que agradará os apaixonados pelo gênero, a narrativa, através de casos da semana, também prenderá atenção do espectador comum americano, que aprecia muito a fórmula.

É muito provável que Alcatraz torne-se um hit, e a audiência de 10 milhões de pessoas na estréia confirma o fato. A misteriosa premissa do show, do desaparecimento e reaparecimento de prisioneiros sem sinais de envelhecimento, nos gera inúmeras questões: por quê? Com que propósito? Quem está por trás disso? Obviamente que as perguntas serão melhor desenvolvidas e abobadadas aos poucos, mas é importante destacar as importantes e surpreendentes revelações dos dois primeiros episódios.

Além do ótimo pano de fundo, a ligação íntima dos três principais personagens, Madsen, Soto e Hauser, com a ilha tornam a série ainda mais profunda e emocional. Ressalto também a bela atuação de Sam Neill que desde The Tudors me fascina. Desde já seu personagem apresenta uma notória dualidade, inclusive um lado sádico bastante aparente quando se trata dos ex-presidiários. Sobre o queridinho do público Jorge Garcia pode-se confirmar o quão similar ele é ao famoso Hurley (Lost), inclusive sendo utilizado como o principal alívio cômico da série.

A história contada em dois tempos distintos, com o uso constante de flashbacks, me agrada muito, pois foca em aspectos da prisão/vida dos prisioneiros que coincidem com a caçada presente. Para os incrédulos de Alcatraz confirmo que o show possui sim muitas similaridades com Lost, Fringe e Alias, mas os elementos chaves abordados fazem da série um “must see” do gênero. Ainda, estamos precisando, desesperadamente, de uma boa opção de sci fi, e acredito que Alcatraz suprirá esta demanda.

Para quem ainda não viu já adianto que as primeiras duas horas do show já trazem importantes revelações e levantam inúmeras dúvidas que são típicas abordagens das séries de Abrams. Espero a todos para acompanhar as reviews do show aqui no Apaixonados por Séries!

 

P.S.: No próximo domingo o canal de televisão brasileiro Warner transmitirá a premiere de Alcatraz, com um atraso de menos de uma semana do lançamento americano. Fica a dica para todos prestigiarem a fim de incentivar os canais brasileiros a diminuir a gigante espera que atualmente enfrentamos.


Gabriela Carvalho

Porto Alegre - RS

Série Favorita: Big Love

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • Assistirei hoje a noite. Parece ser boa, só esse ator de Lost que me dá sono. Não tinha outro para contratar?

    • Gabriela Carvalho

      Rodolfo, assiste sim que vale muito a pena. Acho que vais gostar ;).

      • Eu achei boazinha, mas não continuarei assistindo. Tem muita série boa pra ver e pouco tempo sobrando. Se ficar foda nos próximos episódios, por favor, me avise.

  • alan

    gostei muito tb, mas algumas coisa me intrigaram… por exemplo, de onde surgiu o casaco que o Jack Sylvane usa no começo ? como ele tinha um bilhete da balça ? e a arma no armario, ele guardou desde os anos 1960 ? tirado isso, muito boa a serie. Foi premiere dupla ? achei apenas o primeiro pra baixar 🙁

    • Gabriela Carvalho

      Oi Alan!

      Realmente ficaram inúmeras questões em aberto, o que ajudará a criar uma mitologia forte.

      A premiere foi dupla sim, o segundo episódio já está disponível inclusive com legenda. 1×02: Ernest Cobb.

      • alan

        sim, eu consegui achar, obrigado. Mas eu acho q foi erro msm, não era nada importante pra historia, mas só ficou mal explicado como aconteceu

        • felipe

          seguinte, se vc ja tivesse alguma experiencia em series do J.J.Abrams vc entenderia q o casaco foi dado p ele por alguem desconhecido q provavelmente também está por trás do sumiço e da volta dos prisioneiros/ guardas, assim como a arma, a chave e o bilhete da balSa q posteriormente serão provavelmente importantes n serie, entao n chame de erro oq para muitos é intrigante… complementando q no proprio episodio explica q jack n conhecia o segundo sujeito q ele matou portanto alguem mandou faze-lo

  • Luna

    Se conseguiram fazer desaparecer e reaparecer um cara mais de 40 anos depois, sem sinal de envelhecimento, qual o problema dele ter sido deixado naquele local com casaco, bilhete de balsa etc? Tudo faz parte do plano em relação ao uso dos criminosos.
    Gostei do que vi. Espero que a série mantenha a qualidade e justifique expectativas.

  • João Miguel

    pelos promos, achei MUITO parecido com Fringe – lembrando que todo mundo achou Fringe MUITO parecido com X Files quando começou. sci fi + série policial? já foi feito.

    só vou assistir se virar um fenômeno geek e todo mundo não parar de comentar.

  • Carina

    Eu curti demais Alcaltraz, premissa interessantíssima…Torço para que dê certo e que a audiência dessa nova série, e lucratividade, sejam suficientes para a FOX ficar feliz e manter Fringe na grade, hehehe… =D

  • Matt

    Achei MUITO fraco…

    O Cara desaparece 40 anos e sabe tudo do mundo moderno… nem se assustou, e ainda ganha um casaco…

    Pior é a detetive roubar UM porta retrato sem ninguém perceber…

    Se continuar assim, continuo com fringe

    • Carina

      Não acho que ele tenha aparecido “do nada”. Como o próprio seriado deixou claro, existe toda uma história por detrás desse reaparecimento, pessoas e situações envolvidas…é essa mitologia que a série desenvolverá ao longo dos episódios. Se ele estava muito informado sobre a realidade atual é porque, certamente, entre a estadia/sumiço dele em Alcatraz e o reaparecimento na realidade atual, houve um período em algum lugar x com pessoas y… =)

  • Gilson Junior

    O que aconteceria se Fringe encontrasse Lost: Alcatraz.
    Eu gostei dos primeiros episódios, mas tenho q confessar q ainda estou com raiva, pq tá bem evidente q ela vai substituir Fringe, q eu adoro.
    A coisa do parceiro civil especialista e casos “estranhos” da semana é mt fringe. Uma coisa q já sei q vai me deixar irritado é com tantos assassinatos e outro possíveis crimes q acontecem na cidade como eles sempre vão identificar q se trata de um prisioneiro de Alcatraz?! Tds eles são superespeciais e tem uma maneira única cometer seu crime?
    Espero q a série continue bem e vou tentar diminuir essa implicância enquanto me despeço de Fringe!

  • Greg

    Adeus, Fringe. Série ruim tem que vazar mesmo. E não ficar ocupado espaço por meia dúzia de fãs xiitas. Espero que saia mesmo.

  • Robson

    Olha, já assisti aos dois episódios iniciais e vou continuar assistindo, mas não estou TÃO maravilhado assim, principalmente porque acho que os detalhes das histórias passadas dos presos que reaparecem deveriam ser mais explorados, fora o fato de eles saírem de 1963 e já irem se adaptando tão facilmente a 2012, mas vai saber se não passam por um “treinamento” antes né?

  • Rafael Martins

    Bom, eu tenho certeza que o roteiro não é preguiçoso. Não acredito nessa história deles apareceram do “nada”, no mínimo eles passaram por algum treinamento para reapareceram na atualidade, pois eles sabiam muito bem o que tinham que fazer.

    Eu tenho dois palpites: o primeiro é uma viagem no tempo (torço pra não ser isso), e o segundo é que eles não viajaram no tempo, apenas desapareceram e fizeram parte de algum experimento e ganharam esse tipo de “dom” para não envelhecer. Mas por enquanto tudo é achismo, eu gostei dos dois primeiros episódios, principalmente do cliffhanger no fim do 2º.

  • Thiago Lemos

    Fiquei surpreso com a série! No início do episódio piloto não a achei tão interessante, mas ao decorrer dele fiquei aficcionado pela série! Com certeza vou acompanhar!

  • Depois do 4 episódio toda empolgação desaparece, talvez ela volte daqui alguns anos… nem dá pra comparar com Fringe! #SaveFringe

  • Olha, pelo meu ponto de vista, a série Alcatraz é bem fraca. Por basear em série de investigação (como sempre J.J. Abrams faz) ela será um ótimo método de Abrams conseguir um “dinheirinho extra”, pois parece óbvio que poderá ter no mínimo 302 episódios (Estimado para 12 Temporadas de 25 episódios, mais ou menos), e eles apenas irão trazer mais e mais histórias como de um CSI, MONK, entre outros. Para quem gosta de séries de investigação sem fatos sobrenaturais como CSI, mais de forma real do que surreal (Fringe), vai gostar. O lance do mistério de Abrams, com o desaparecimento dos prisioneiros, ele vai dar um jeito de enrolar até a temporada final da série, assim como LOST. Esta é minha opinião.

    Eu gosto de séries mais surreais como Fringe, mas acho que Alcatraz não pode substituí-la. Assim como muitas tentativas de substituir LOST. Não dará certo.

  • Olha, pelo meu ponto de vista, a série Alcatraz é bem fraca. Por basear em série de investigação (como sempre J.J. Abrams faz) ela será um ótimo método de Abrams conseguir um “dinheirinho extra”, pois parece óbvio que poderá ter no mínimo 302 episódios (Estimado para 12 Temporadas de 25 episódios, mais ou menos) um episódio por prisioneiro, e eles apenas irão trazer mais e mais histórias como de um CSI, MONK, entre outros. Para quem gosta de séries de investigação sem fatos sobrenaturais como CSI, mais de forma real do que surreal (Fringe), vai gostar. O lance do mistério de Abrams, com o desaparecimento dos prisioneiros, ele vai dar um jeito de enrolar até a temporada final da série, assim como LOST. Esta é minha opinião.

    Eu gosto de séries mais surreais como Fringe, mas acho que Alcatraz não pode substituí-la. Assim como muitas tentativas de substituir LOST. Não dará certo.

  • Gabriela

    Eu gostei e confesso que assisti por causa da sua resenha, sci fi não faz muito meu estilo e estou tentando assistir Fringe há algum tempo mas me interessei mais por Alcatraz e nem tanto pela história em si mas a trilha sonora foi tão bem feita que dá ideia de que algo grandioso está por vir..mas será?

×