Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Law & Order: Los Angeles

Por: em 7 de outubro de 2010

Law & Order: Los Angeles

Por: em

Depois de uma experiência não tão bem sucedida com Law & Order: UK e Law & Order: Criminal Intent, senti um misto de curiosidade e desconfiança ao saber dos rumores de que mais uma franquia da série estava por vir. Rumores que se transformaram em certeza alguns meses depois.

Como todos os spin-offs da franquia, Law & Order: LA mantém a essência da franquia, marcada pela apresentação do caso da semana, passando pelos possíveis suspeitos, culpados e a costumeira sequência do julgamento, onde é definida a sentença a ser aplicada. Contudo, as semelhanças acabam aqui.

Diferentemente das demais franquias, que optam por um ritmo mais tenso, a franquia aposta em uma atmosfera mais leve, com takes panorâmicos dignos de CSI Las Vegas e detetives mais “leves”, quase que contagiados pelo clima de euforia vivido em Los Angeles.

Em seu primeiro caso, a equipe chefiada pelo detetive John Winters, se depara com um caso aparentemente comum de roubo à mansão da namorada de um jovem astro do cinema. No entanto, a investigação revela outros elementos, colocando em voga a discussão sobre a exploração, pelos pais, dos dramas de seus próprios filhos famosos.

Apesar de não trazer elementos novos nem efeitos especiais dignos de uma superprodução, Law & Order: LA me conquistou justamente pela leveza da trama. Dosando momentos de tensão com conversas triviais entre os detetives, como a educação dos filhos, o piloto soube abordar de forma convincente o drama de uma jovem estrela de cinema cuja vida, profissional e afetiva, era controlada pela mãe, que definia quem poderia ou não se aproximar de sua filha ou mesmo por quanto tempo ficaria presente.

A escolha do elenco, aliás, foi outro ponto positivo para a série. A interação entre os detetives Winters e TJ (vividos por Skeet Ulrich e Corey Stoll) funcionou perfeitamente, passando a sensação de completa sintonia. Merece destaque também o sarcasmo de TJ diante da “vida glamourosa” tida por algumas celebridades locais, o contraponto perfeito à relativa seriedade de Winters.

E por falar em nomes, Law & Order: LA escolheu um elenco de peso para atrair a atenção do público. Com produção de Dick Wolf, a série tem a participação de Terrence Howard, como o promotor Joe Dekker e Alfred Molina, na pele do promotor Peter Morales. A atuação de Molina durante o julgamento do caso da semana, por sinal, foi perfeita. Mais um sinal de sintonia do elenco.

Para as próximas semanas, a grande (e tão aguardada novidade) é a participação de Marishka Hargitay na pele da detetive Olivia Benson, de Law & Order: SVU, que deve auxiliar na investigação de um caso ocorrido na cidade. O crossover entre as duas séries foi anunciado há vários meses.

Law & Order: Los Angeles foi criada para substituir a franquia original, Law & Order, cancelada após 20 temporadas. Com 13 episódio encomendados, a série tem estreia prevista no Brasil em 23 de novembro, e será exibida pelo Universal Channel. Acompanhe aqui as reviews semanais.


Rosangela Santos

São Paulo - SP

Série Favorita: Smalville

Não assiste de jeito nenhum: Grey's Anatomy

  • Me desculpa Rose, mas eu vejo essa atriz da foto com o Molina e só me da vontade de rir. Já assistiu Todo Mundo em Pânico e as sequencias? Pois é, ela era uma das mais ridiculas mas que só me fazia rir de tanta zorra total. Por isso não sei se conseguiria levar ela a sério.

    Aliás, ela fez bem o papel no ep piloto?

    • Rosangela

      Hahahahahahahahaha. Pôxa Caio, agora toda vez que eu olhar prá ela vou rir..rsrs

      Falando sério, eu jurava que a conhecia de algum lugar mas nao sabia de onde. Agora eu sei..rs

      E sobre a interpretação dela, é boa sim. Mas não tanto quanto a do Molina. Gostei de verdade. Vamos ver se não vou perder o pique daqui prá frente. Espero que não..rs

  • Gregory

    Acho que tantos spin-offs já deram o que tinham que dar.
    O que falta agora? Law & Order Rio de Janeiro?
    Parem de consumir lixo que eles não terão opção a não ser NÃO lançar lixos.

  • Lucas Borges

    Sou fã de Law & Order e vejo toda semana no universal, não acho um lixo e tenho certeza que ele arrecada muito dinheiro ainda.

×