Primeiras Impressões: Um Dia De Cada Vez

6 de janeiro de 2017 Por:

A Netflix acaba de estrear sua nova comédia Um Dia De Cada Vez. A série, que é remake de uma produção dos anos 60, acompanha o dia a dia da família de Penelope (Justina Machado), uma mãe solteira que mora com seus dois filhos e sua mãe. Até aí vocês devem estar se perguntando: “Ok, e o que isso tem de especial?” Bom, a família é imigrante de Cuba e é legal ver como eles se viram e incorporam o jeito latino nos Estados Unidos.

Apesar de ser um clássico sitcom, com aquele formato que já é comum e até mesmo clichê, Um Dia De Cada Vez conseguiu prender a atenção em seus 30 minutos e deixou a vontade de se aventurar pelos próximos episódios. Também por ser um sitcom – e uma comédia mesmo – , não podemos esperar ser aquela série carregada de tensão que vai nos deixar na ponta da cadeira durante o episódio inteiro. É aquela série mais leve, para gargalhar enquanto assiste. Mesmo assim, a série consegue tocar em alguns pontos que ainda são sensíveis à sociedade, como o machismo, um dos motivos que deixou a vontade de continuar assistindo.

Um Dia de Cada Vez - piloto

Uma das partes mais legais é que a série apresenta personagens mulheres muito fortes. Temos Penelope que costumava servir ao exército e é uma mãe solteira, Elena (Isabella Gomez), sua filha mais velha e Lydia (Rita Moreno), a avó. Obviamente que três mulheres com personalidades forte vivendo embaixo do mesmo teto iam acabar batendo de frente.

Outro ponto positivo do piloto é o contraste entre as tradições cubanas, representadas pela abuela, e as novas tradições, representadas por Elena. Quem nunca bateu de frente com um parente por ele não conseguir entender a “modernidade”? Ou ouviu a famosa frase “No meu tempo era diferente.” Agora imagine se sua avó, além de ser apegada às tradições antigas, fosse de um outro país e quisesse te obrigar a seguir as tradições de lá? É isso que Elena sofre. Espero que o relacionamento entre as duas ainda seja bastante explorado nos próximos episódios.

Um Dia De Cada Vez

É diferente ver a Netflix produzindo um sitcom, mas eles conseguiram trazer um piloto bom e cativante. Se você é fã de comédia, vale a pena dar uma chance a Um Dia De Cada Vez sim. Agora não espere aquelas produções “gamethronedianas” de maravilhosas ou tramas muito complexas porque não é a proposta da série. Dentro do possível, a Netflix fez um ótimo trabalho com a série!

E vocês, assistiram o piloto? Gostaram até agora? Contem nos comentários!  E não deixem de acompanhar as reviews a partir de amanhã.

Futura jornalista, viciada em séries e louca dos signos. Adora músicas pop punk e passa muito tempo em redes sociais. Só abandona a Netflix quando chamam pra ir...

Ler perfil completo

Rio de Janeiro / RJ

Série Favorita: Freaks and Geeks

Não assiste de jeito nenhum: Orange Is The New Black

  • Ana Cristina Gomes

    Já assisti os 4 primeiros episódios e adorei. Realmente é uma série leve, boa para assistir em família, para descansar a cabeça, e como os episódios são curtos para mim foram uma boa pedida para aquele tempinho antes de dormir. Ah, e o elenco é muito bom. Essa atriz que faz a Penélope não foi uma das internas de Grey’s Anatomy lá pela 5a temporada? O rosto dela não me é estranho…

    • Maria Eduarda

      Oi Ana!
      Eu to acompanhando também e to adorando!! A abuelita é maravilhosa haha é boa pra usar como uma “pausa” das séries mais dramáticas mesmo. Não sei se é de Grey’s (ainda não cheguei nessa temporada hehe), mas agora que você falou o rosto me é familiar também… vou ficar de olho

      • Stiles Stilinski

        Essa atriz esteve recentemente em Queen of the South, mas você talvez conhece ela de Six Feet Under. Ela esteve em Grey’s Anatomy mas foi como paciente na 3ª Temporada.

  • Vanessa

    Eu assisti a série toda e adorei, estou a espera de uma nova temporada.

  • Antonio Fernandes

    assisti todos os episódios, ansioso pela próxima temporada 😀

Misfits e o uso de poderes em benefício estritamente próprio

2 semanas atráscomentarios

O tema dos super-heróis tem sido bastante explorado nos moldes atuais, existem por ai séries de bastante qualidade e que fazem a cabeça de um grande público onde o enfoque são os indivíduos/as que ganham poderes e os usam para salvar o mundo, só que muito antes disso tudo uma série britânica teve a audácia de retratar um cenário onde jovens deturbados e a margem da lei ganham poderes bizarros e os usam para os mais egoístas e cômicos interesses,  criando situações inimagináveis. Esta é Misfits, uma série britânia que foi ao ar entre os anos de 2009 e 2013, totalizando 5 temporadas de grande sucesso ao mesclar com eficiência, humor, comédia e ficção científica. A série narra as peripécias […]

Leia o post completo

Girlboss: guia do que NÃO fazer na vida adulta

2 semanas atráscomentarios

Teve gente que gostou de Girlboss, teve gente que achou a série fraca. Mas em uma coisa todo mundo certamente concorda: Sophia é um dos piores seres humanos que já vimos como protagonista de uma série. E com ela a gente pode aprender muito sobre o que não fazer para ser uma pessoa melhor. 5. Não roubar Em GirlBoss, uma das primeiras coisas que descobrimos sobre Sophia é que ela acha normal roubar. Não, ela não rouba porque precisa, porque quer ajudar alguém, ou se quer por uma questão de princípios contra uma sociedade capitalista. Sophia rouba porque se sente superior e simplesmente não respeita os outros, – muito menos suas propriedades. 4. Não ser egoísta com a melhor amiga […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter