How I Met Your Mother – 6×15 Oh Honey

11 de fevereiro de 2011 Por:

Depois de dois episódios surpreendentemente dramáticos e emocionantes, How I Met Your Mother continua  inovando. Acho que a série consegue sempre se reinventar e mudar a maneira como conta suas histórias e mesmo que não não seja o episódio mais engraçado da série (e este está longe disso) foi um episódio muito bom, me diverti muito.

Se esta história de como o Ted e a Zoey ficaram juntos fosse contada da forma tradicional, eu não teria gostado de jeito nenhum. Mas o Marshall foi “a central de informações” do episódio, foi ele quem comandou toda a trama, que acho bem difícil alguém não ter gostado. Marshall é o meu personagem favorito, mesmo que o Barney seja dono das histórias mais engraçadas e seja o mais sem noção, Marshall consegue ser engraçado e fofo ao mesmo tempo. Ele atendendo telefone todo formal, todo polido, foi bem engraçado, principalmente quando começaram todos a ligar para ele, ele querendo atender rápido e nervoso, mas ainda assim atendia “Eriksen’s residence, Marshall spenking“.

Já repararam que Marshall é quem sabe todos os segredos da turma, é o confidente de todos na maioria das vezes? Foi justo que ele reunisse todas as peças do quebra cabeça  que o Ted e a Zoey criaram, e que ele fosse o responsável por aquela cena final. Mas antes disso, com todas as ligações, a gente percebe porque ele é daquele jeito e a familia dele é tão coerente com o personagem, que eu estranharia se eles não ficassem interrompendo na extensão.

Apesar da Robin ter começado a sua história falando que era sobre Ted e Zoey, a certeza de como isso acabaria só veio na hora que a prima “oh Honey” foi embora do bar com o Barney.  Que era sobre os dois estarem interessados um no outro, todo mundo já sabia, mas sobre o que ia acontecer nesse episódio, nessa hora ficou bem claro. Da parte do Ted. Que a Zoey entraria no mesmo clima já neste momento (e separada do Capitão) só quando o Barney começa a sua história distorcida temos uma pista. Achei que fôssemos passar alguns episódios com o Ted apaixonado solitário, precisando de intervenção todos os dias.

Katy Perry! Ah, Katy Perry, oh Honey! Não sabia o que esperar quando fiquei sabendo da participação da cantora no seriado, e não vi nenhum promo antes, pra ser uma completa surpresa. E foi, ela interpretando uma moça ingênua foi surpresa pra mim, que tinha uma ideia dela como o Barney tinha. Ri das histórias que a Robin contou sobre ela e da reação de todo mundo. Eu não teria muita paciência, mas os homens tem paciência com uma mulher bonita. Mas essa ingenuidade dela foi fundamental quando o Ted começou o seu jogo de não ser mais amigo da Zoey, e cada um foi jogando a culpa no outro. Se não fosse pela sua prima, o Ted não teria feito nada, ele não aceitaria atrapalhar o casamento dela. Eu ri muito quando a vizinha foi olhar se os dois estavam se beijando.

Achei meio rápido como tudo aconteceu, como a Zoey separou do Capitão e o Ted se deu conta de estar apaixonado. Mas tudo foi tão divertido de ver que nem me importei com isso, quero muito ver como vai ser o relacionamento deles. Tem muito tempo que o Ted não tem uma namorada que dure. E quero ver mais histórias da Robin, que anda apagadinha.

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • Cla

    Parabéns pela review.

    Depois de dois espisódios mais dramáticos, acho que HIMYM estava precisando mesmo de um episódio desse tipo pra dar um “up”.
    Também já estava sentido falta do Ted arrumar uma nova namorada.
    A participação da Katy Perry não teve nada demais, mas foi bacana.
    E a velhinha indo olhar se os dois estavam se beijando foi muito engraçado.
    “How I Met You Mother” vem apresentando uma temporada bastante consistente, espero que continue assim.

    • Camila

      Eu também estou gostando dessa temporada.
      A temporada passada eu critiquei um pouco, não achei tão boa, mas essa está boa. Não é a melhor pra mim, mas tá me divertindo.

  • Nicolle

    A Katy foi boa, mas ninguem ia notar se fosse outra pessoa, eu gostei do episódio, realmente depois de 2 episódios dramaticos é muito bom ter um mais feliz 🙂

    • Camila

      Eu achei que a participação dela fosser ser mais marcante, mas como vc mesma disse, ela, ou outra atriz qualquer ia dar na mesma!

  • Maísa

    Ultimamente andava meio descontente com HIMYM, mas os ultimos episodios e esse conseguiram me deixar mais animada pra serie….apesar dos dois ultimos terem sido bem dramaticos pela morte do pai do Marshall eu gostei.
    Nesse episodio ri muito, adorei a mae e o irmao do Marshall ouvindo as conversas na outra extensao, e no fim tinha msm que ser ele pra dar um jeito nessa historia toda.
    A participação da Katy Perry nao foi nada demais, mas valeu já.
    Ainda estou torcendo pra serie ficar mais parecida com o que era no início, mas se nao voltar tb nao abandonarei..rsrs
    Parabens pela review Camila.

    • Camila

      Sim, os últimos episódios de HIMYM tem saído do padrão e apresentaram histórias mais bacanas, deu pra superar a temporada passada e o iniciozinho dessa.

      O Marshall é de longe meu personagem favorito, mais que o Barney. Eu adorei que fosse todo centrado nele este episódio.

      Obrigado pelo elogio, volte sempre!

  • Paulo

    Em que canal passa esse seriado no Brasil?
    Não consigo encontrar essa informação na internet.
    Até parece que eles não querem divulgar o canal.

    • Camila

      Oi Paulo,

      Acho que How I Met Your Mother não passa no Brasil mais. Passava na Fox Life se não me engano, mas saiu do ar e nenhuma outra emissora se pronunciou. Infelizmente, porque é uma das melhores comédias no ar nos EUA.

  • Hellen

    “Eu falo um ‘poco’ de portuguese”
    Voltei umas tres vezes para ouvir de novo…

10 grandes reviravoltas em Gossip Girl

6 dias atráscomentarios

Há exatos 10 anos, o mundo era apresentado a Gossip Girl: uma série badalada, cheia de jovens ricos com seus amores e problemas. O piloto foi ao ar pela CW e deu vida a personagens que marcaram uma geração de Apaixonados por Séries. Durante 6 temporadas, já sentimos amor pelos protagonistas, odiamos alguns deles, vimos os altos e baixos de todos eles e, mesmo que a série não tenha mantido o mesmo nível em todas as temporadas, deixou aquela saudade. Para comemorar os 10 anos da série, selecionar os melhores momentos seria bem clichê. E como tivemos tantos babados, revolvemos escolher 10 momentos de reviravolta na série. Vem conferir com a gente: Vida e morte de Bart Bass Vamos combinar, Bart […]

Leia o post completo

Emmy 2017 | Em noite histórica, The Handmaid’s Tale derruba favoritas e quebra recorde de 36 anos

7 dias atráscomentarios

Fazia exatos 36 anos que uma série havia vencido ao menos 4 das 5 categorias principais do Emmy (Série, Roteiro, Direção, Ator e Atriz de Drama). O recorde pertencia à primeira temporada de Hill Street Blues, em 1981. Ontem, uma nova marca foi estabelecida. Deixando as favoritas Stranger Things e Westworld comendo poeira, The Handmaid’s Tale venceu os prêmios de série, direção, roteiro e atriz principal de série dramática e fez o que nem grandes séries como Breaking Bad, The Sopranos e The West Wing fizeram no seu auge. À esses 5 prêmios, a série acumula mais 3 vencidos no Creative Emmy semana passada: Atriz Convidada (Alexis Bledel), Fotografia e Direção de Arte, totalizando 8 vitórias na edição. Às outrora favoritas, restaram apenas 5 prêmios cada, todos entregues no Creative. Na noite de ontem, não teve […]

Leia o post completo

Primeiras Impressões: The Orville

1 semana atráscomentarios

O que dizer de The Orville? Assisti ao primeiro episódio dessa nova série da Fox, criada, produzida e estrelada por Seth MacFarlane (Family Guy), e até agora não consegui entender por que o seriado está classificado como uma comédia ou, mais distante ainda, uma sátira de Star Trek. The Orville não é uma série ruim, vejam vocês, mas não é uma comédia como tentaram vender os trailers e todo o material promocional. Há piadas sim, algumas até engraçadas, mas elas fazem parte do contexto e não são o objetivo final do roteiro. A ideia de um mundo futuro, com naves espaciais e seres de diversos planetas convivendo também não é uma sátira de Star Trek, como fizeram parecer. Ao contrário, […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter