How I Met Your Mother – 6×15 Oh Honey

11 de fevereiro de 2011 Por:

Depois de dois episódios surpreendentemente dramáticos e emocionantes, How I Met Your Mother continua  inovando. Acho que a série consegue sempre se reinventar e mudar a maneira como conta suas histórias e mesmo que não não seja o episódio mais engraçado da série (e este está longe disso) foi um episódio muito bom, me diverti muito.

Se esta história de como o Ted e a Zoey ficaram juntos fosse contada da forma tradicional, eu não teria gostado de jeito nenhum. Mas o Marshall foi “a central de informações” do episódio, foi ele quem comandou toda a trama, que acho bem difícil alguém não ter gostado. Marshall é o meu personagem favorito, mesmo que o Barney seja dono das histórias mais engraçadas e seja o mais sem noção, Marshall consegue ser engraçado e fofo ao mesmo tempo. Ele atendendo telefone todo formal, todo polido, foi bem engraçado, principalmente quando começaram todos a ligar para ele, ele querendo atender rápido e nervoso, mas ainda assim atendia “Eriksen’s residence, Marshall spenking“.

Já repararam que Marshall é quem sabe todos os segredos da turma, é o confidente de todos na maioria das vezes? Foi justo que ele reunisse todas as peças do quebra cabeça  que o Ted e a Zoey criaram, e que ele fosse o responsável por aquela cena final. Mas antes disso, com todas as ligações, a gente percebe porque ele é daquele jeito e a familia dele é tão coerente com o personagem, que eu estranharia se eles não ficassem interrompendo na extensão.

Apesar da Robin ter começado a sua história falando que era sobre Ted e Zoey, a certeza de como isso acabaria só veio na hora que a prima “oh Honey” foi embora do bar com o Barney.  Que era sobre os dois estarem interessados um no outro, todo mundo já sabia, mas sobre o que ia acontecer nesse episódio, nessa hora ficou bem claro. Da parte do Ted. Que a Zoey entraria no mesmo clima já neste momento (e separada do Capitão) só quando o Barney começa a sua história distorcida temos uma pista. Achei que fôssemos passar alguns episódios com o Ted apaixonado solitário, precisando de intervenção todos os dias.

Katy Perry! Ah, Katy Perry, oh Honey! Não sabia o que esperar quando fiquei sabendo da participação da cantora no seriado, e não vi nenhum promo antes, pra ser uma completa surpresa. E foi, ela interpretando uma moça ingênua foi surpresa pra mim, que tinha uma ideia dela como o Barney tinha. Ri das histórias que a Robin contou sobre ela e da reação de todo mundo. Eu não teria muita paciência, mas os homens tem paciência com uma mulher bonita. Mas essa ingenuidade dela foi fundamental quando o Ted começou o seu jogo de não ser mais amigo da Zoey, e cada um foi jogando a culpa no outro. Se não fosse pela sua prima, o Ted não teria feito nada, ele não aceitaria atrapalhar o casamento dela. Eu ri muito quando a vizinha foi olhar se os dois estavam se beijando.

Achei meio rápido como tudo aconteceu, como a Zoey separou do Capitão e o Ted se deu conta de estar apaixonado. Mas tudo foi tão divertido de ver que nem me importei com isso, quero muito ver como vai ser o relacionamento deles. Tem muito tempo que o Ted não tem uma namorada que dure. E quero ver mais histórias da Robin, que anda apagadinha.

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • Cla

    Parabéns pela review.

    Depois de dois espisódios mais dramáticos, acho que HIMYM estava precisando mesmo de um episódio desse tipo pra dar um “up”.
    Também já estava sentido falta do Ted arrumar uma nova namorada.
    A participação da Katy Perry não teve nada demais, mas foi bacana.
    E a velhinha indo olhar se os dois estavam se beijando foi muito engraçado.
    “How I Met You Mother” vem apresentando uma temporada bastante consistente, espero que continue assim.

    • Camila

      Eu também estou gostando dessa temporada.
      A temporada passada eu critiquei um pouco, não achei tão boa, mas essa está boa. Não é a melhor pra mim, mas tá me divertindo.

  • Nicolle

    A Katy foi boa, mas ninguem ia notar se fosse outra pessoa, eu gostei do episódio, realmente depois de 2 episódios dramaticos é muito bom ter um mais feliz 🙂

    • Camila

      Eu achei que a participação dela fosser ser mais marcante, mas como vc mesma disse, ela, ou outra atriz qualquer ia dar na mesma!

  • Maísa

    Ultimamente andava meio descontente com HIMYM, mas os ultimos episodios e esse conseguiram me deixar mais animada pra serie….apesar dos dois ultimos terem sido bem dramaticos pela morte do pai do Marshall eu gostei.
    Nesse episodio ri muito, adorei a mae e o irmao do Marshall ouvindo as conversas na outra extensao, e no fim tinha msm que ser ele pra dar um jeito nessa historia toda.
    A participação da Katy Perry nao foi nada demais, mas valeu já.
    Ainda estou torcendo pra serie ficar mais parecida com o que era no início, mas se nao voltar tb nao abandonarei..rsrs
    Parabens pela review Camila.

    • Camila

      Sim, os últimos episódios de HIMYM tem saído do padrão e apresentaram histórias mais bacanas, deu pra superar a temporada passada e o iniciozinho dessa.

      O Marshall é de longe meu personagem favorito, mais que o Barney. Eu adorei que fosse todo centrado nele este episódio.

      Obrigado pelo elogio, volte sempre!

  • Paulo

    Em que canal passa esse seriado no Brasil?
    Não consigo encontrar essa informação na internet.
    Até parece que eles não querem divulgar o canal.

    • Camila

      Oi Paulo,

      Acho que How I Met Your Mother não passa no Brasil mais. Passava na Fox Life se não me engano, mas saiu do ar e nenhuma outra emissora se pronunciou. Infelizmente, porque é uma das melhores comédias no ar nos EUA.

  • Hellen

    “Eu falo um ‘poco’ de portuguese”
    Voltei umas tres vezes para ouvir de novo…

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

1 semana atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

2 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter