Os indicados ao Globo de Ouro 2018

As nomeações à 75ª edição do Globo de Ouro foram anunciadas nesta segunda-feira pela manhã por…

Primeiras Impressões: Dark

Dark é uma produção alemã de suspense e terror, criada por Baran do Odar e Jantje…

The Flash – 4×07 Therefore I Am

Por: em 22 de novembro de 2017

The Flash – 4×07 Therefore I Am

Por: em

Therefore I Am foi um jogo de gato e rato até quase o final.

Acho que Barry Allen leu a review de semana (quem dera) passada e percebeu que não poderia descartar DeVoe como o vilão que procurava apenas por ele parecer tão inofensivo. Em dado momento o time até chega a cogitar a possibilidade de ele estar exagerando devido as más experiências que teve no passado. Cadeira de rodas de fato traz lembranças ruins para cada um deles.

E se nós já não soubemos da verdade talvez Clifford DeVoe tivesse enganado todos nós ao se passar pelo professor pacato e completamente normal, que olhando rapidamente leva uma vida entediante e passa despercebido. Até mesmo para seus alunos que estão ali para assistir sua aula.

Reprodução/CW

Foi bom Barry não ter desistido de desmascarar a farsa do Pensador, mas ele acabou passando dos limites, isso não dá para negar. De novo podemos citar aquela história de o fim justificando os meios. Ele estava tentando se prevenir contra um vilão que para ele é o pior que já enfrentou num momento em que ele tem muito a perder, mas invadir a casa do cara no meio da noite foi um pouco demais. Até porque quando ele descobriu a câmera escondida o mais sensato seria reunir o time e deixar todos a par da situação.

Aqui abro um parêntese para elogiar a posição da Iris diante da situação, ao afirmar que eles não podem se deixar levar pelo medo, pois cada vez mais, conforme o tempo for passando, eles terão mais e mais coisas a perder. Cada vez mais familiares, amigos e conquistas. Eles são o Flash, por mais clichê e até exagerado que seja de certa forma é uma visão bonita, de unidade, parceria, e estarão prontos a vencer o que vier. Como disse DeVoe, Barry tira força para enfrentar os desafios a sua frente daqueles que ama. Daí vem também a necessidade dos discursos motivacionais…

Reprodução/CW

Por fim nosso vilão finalmente se revela, deixando nosso velocista escarlate ciente de que não há nada que ele possa fazer que já não tenha sido previsto por DeVoe uma vez que seu intelecto é superdesenvolvido. O cara já até sabia que poderia ser nomeado de “O Pensador” por Cisco (realmente melhor que O Professor).

O episódio em si foi bem tranquilo, serviu mesmo para nos dar um background do vilão da temporada. E foi interessante ver que tudo está conectado. Não sabemos exatamente qual era o plano inicial de DeVoe, mas sabemos que tudo mudou a partir do momento que ele percebeu que a “dádiva” que recebeu e que lhe tornou capaz de executar seu plano estava na verdade o matando, quando o que ele queria era usar as habilidades para o bem. Acredito que causaria revolta em qualquer um.

Resta agora saber o que ele está planejando, qual o objetivo final dele com toda essa manipulação do time. Meu chute é que ele pretende de alguma forma corrigir seu problema, seu tempo de vida contado. E vocês o que acham?

Observações:

  • Wally voltou, agora com um corte de cabelo mais descente, e eu só espero que ele seja bem utilizado. Mas não acho certo ficarem trocando: um episódio ele aparece e o Ralph não, e vice-versa.
  • Sério que ninguém vai lembrar do Barry/Savitar dizendo “foi aqui que construímos o inibidor cerebral para deter o DeVoe”. Sério?!?
  • Semana que vem tem o tão esperado crossover e você pode conferir tudo por aqui. E são esperados grandes acontecimentos.

 


Louise Rezende

Tem memória de elefante pra tudo aquilo que as pessoas costumam chamar de "cultura inútil". Apaixonada por séries, filmes, livros, música e nescau.

Petrópolis/RJ

Série Favorita: Gilmore Girls e One Tree Hill

Não assiste de jeito nenhum: Outlander

  • Isac Marcos

    Achei que finalmente a série engrenou nessa temporada após esse 7º episódio. Apesar de um erro aqui e acolá, como você bem citou Louise (como o Barry invadir a casa do DeVoe), foi um episódio bem construído na questão do jogo de inteligência (e não mais em quem é o mais veloz, após 3 temporadas; ainda bem).
    Gostei do mistério não ser “quem é o nosso inimigo” (revelar quem é o antagonista) e sim, qual o plano que ele arquiteta. Embora já há uma pista; eu acho rsrs.
    A referência a um inimigo na cadeira de rodas foi genial.

    • Sim, o episódio teve um ritmo lento, mas foi bem construído fora os exageros.
      E acredito que deixou todos curiosos pra tentar descobrir qual o plano do DeVoe.
      Obrigada pelo comentário Isac 🙂

      • Isac Marcos

        Sim, já vi umas teorias começarem a surgir sobre isso na internet; prefiro aguardar, costumo errar mais que acertar rsrsrs.
        Nada, obrigado vc por responder.

  • Andréa Broto

    “Sério que ninguém vai lembrar do Barry/Savitar dizendo “foi aqui que construímos o inibidor cerebral para deter o DeVoe”. Sério?!?”
    Louise,
    Quando o Ralph diz ao Barry o nome do De Voe a 1ª vez, no episódio do Homem Elástico, uma das coisas que ele lembra ao ouvir o nome é justamente dessa cena com o Savitar.

    • Sim, naquele episódio eu sei que ele lembrou, mas é que ninguém está lembrando disso agora, quando eles finalmente descobriram qual dos 1.122 DeVoe de Central City é o vilão haha.

  • Yan Henrique

    “Descente” não tá errado? Pensei que fosse “decente”

  • Nickolas Girotto

    Agora sim eu posso dizer que gostei, achei muito bom esse episodio, o jogo entre eles foi muito bem feito, espero ver mais episódios assim com esse jogo mais focado na inteligencia e tal.

    Segundo episodio com referencia ao universo Marvel, acho legal quando fazem isso até com a concorrência.

    Vem logo crossover, até lá Louise!!

    • E aí já conseguiu assistir o crossover?

      • Nickolas Girotto

        Não 🙁 🙁 acho que quinta eu vou assistir em sequência

×