The Good Wife – Vale cada minuto!

17 de janeiro de 2010 Por:


The Good Wife é estrelado por ninguém menos que Julianna Margulies (Carol Hathaway, em ER), Christine Baranski (Dr. Beverly Hofstadter, em The Big Bang Theory) e Chris Noth (Mr. Big, em Sex and the City). A trama, envolta em mistérios, política e elementos jurídicos, conta a história de Alicia Florrick (Margulies), esposa de um promotor de justiça, Peter Florrick (Noth).

Após um escândalo sexual e de corrupção onde a figura central é seu marido, Alicia, graduada em Direito, decide começar sua carreira no campo da justiça depois que recebe um convite de seu antigo colega de faculdade, Will Gardner (Josh Charles, Sociedade dos Poetas Mortos). Com tantas histórias mal explicadas por seu marido, ela guarda muito rancor, que é semeado sempre por ódio e ao mesmo tempo por uma confusão de sentimentos bons, incluindo amor. Alicia e seus dois filhos sempre foram muito apegados ao marido e viviam uma vida perfeita no subúrbio, até que o escândalo estourou.

Com o marido sendo preso, Florrick se viu obrigada a tentar a vida de outra forma, mudando-se para a cidade. Seus filhos, após esta mudança de vida, também tiveram suas vidas completamente transformadas. Passaram a encarar um novo tipo de vida, uma nova rotina, novas situações.


Alicia Florrick se empenha sempre em resolver os casos da firma de advocacia onde trabalha, que é dirigida por Diane Lockhart (Baranski) e seus associados. Alicia, com certeza pelo excelente trabalho de Julianna, emociona, mostra caminhos alternativos para a vitória dos casos que pega para trabalhar e se mostra uma advogada nata. Apesar de ter cursado Direito, nunca havia exercido a profissão antes.

A série, inicialmente, teria 13 episódios de 40 minutos cada, porém, com o bom desempenho do elenco e com o feedback do público, a primeira temporada foi estendida para 22 episódios e já se fala em novas temporadas. Nos Estados Unidos é exibida pela CBS e segue na liderança de seu horário, que disputa com nomes como The Forgotten.


No Brasil, a série é exibida pelo Universal Channel, às 22h das segundas-feiras. The Good Wife já recebeu indicações de Melhor Atriz em Série Dramática nos prêmios Globo de Ouro, Satellite Awards e Screen Actors Guild Awards. Também já foi indicada como Melhor Série Dramática e Melhor Elenco em Série Dramática. Ouso e digo: vale a pena cada segundo!

Série Favorita:

Não assiste de jeito nenhum:

  • The Good Wife é a melhor estreia desta temporada! Amo, amo, amo! =DD

  • Caroline®

    Concordo muito, é a minha série preferida atualmente – desbancando Grey’s, que está uma @#$%&. Só pra constar, adoro o Cary e a Diane, e odeio os filhos da Alicia…

  • Eu vi o piloto quando estreou. Gostei muito, mas já na outra semana não me empolguei pra baixar. Esses dias eu tava ouvindo tanta gente falar tão bem que resolvi tentar de novo. Revi o piloto, só que de novo empaquei pra ver o 1×02. O destino não quer que eu assista a The Good Wife 😐

  • Maria

    sinceramente the good wife para mim é uma série mt medíocre e não creio que deveria contar do “vale cada minuto”

    • Maria, quantos episódios você viu?
      É a primeira vez que vejo alguém falando mal de TGW… Tem quem não goste, mas chamar de medíocre é a primeira vez. Mas, claro, respeito sua opinião.

      Eu particularmente adoro e acho uma das melhores séries da atualidade.

    • Nunca esperei ver este dia chegar, mas, chegou. A primeira pessoa que eu vejo, na minha vida, desde a estreia de The Good Wife, a falar desta forma da série, ainda com um adjetivo tão depreciado quanto esse…

      Enfim, eu gosto muito da série! =)

    • Já eu acho que é uma das melhores em exibição.

  • Eu descobri a série no ano passado e corri para acompanhar com o mundo real. A série é fantástica e fica melhor a cada dia, fato.

Painel de Gotham na Comic-Con 2017

14 horas atráscomentarios

O Batman do cinema pode até tá pronto pra montar a Liga da Justiça, mas no universo televiso da DC, ele ainda está dando os primeiros passos. E que primeiros passos. De promessa a decepção a novamente uma promessa (agora cumprida), Gotham segue para seu 4º ano, mostrando – depois de alguns problemas de tom já ajustados – que pode sim ser uma boa série de origem do Homem-Morcego e sua famosa cidade. Estiveram presentes no painel da série na San Diego Comic Con, os atores Ben Mckenzie (Gordon), Sean Pertwee (Alfred), Camren Bicondova (Selina), Jessica Lucas (Tabhita), Cory Michael Smith (Charada/Nygma), Erin Richards (Barbara), Robin Lord Taylor (Pinguim), Alexander Siddig (Ra’s al Ghul) e Drew Powell (Butch). Um dos primeiros assuntos foi a transformação que Nygma passou recentemente. […]

Leia o post completo

Painel de Happy! na Comic-Con 2017

14 horas atráscomentarios

Seguindo com a estratégia de expandir sua programação de torna-la mais amigável para um público nerd, a SyFy va produzir Happy!, adaptação de uma Graphic Novel criada por Grant Morrison e Darick Robertson. Com um protagonista altamente reconhecível e um plot igualmente violento e delirante, estamos diante de um sucesso em potencial. Presentes ao painel estavam o ator Christopher Meloni, o criador da GN Grant Morrison, o produtor executivo Brian Taylor e o showrunner Patrick MacManus. Nick Sax (Chris Meloni) é um ex-policial que se torna assassino e, durante um trabalho, sofre um ataque cardíaco. Ao acordar, descobre que agora tem a habilidade de ver Happy, o amigo imaginário de uma garotinha sequestrada, que pede sua ajuda para resgatá-la. “Ele […]

Leia o post completo

Painel de Dirk Gently’s Holistic Detective Agency na Comic-Con 2017

14 horas atráscomentarios

Uma das series que mais me surpreendeu em 2016 (e que fiz questão de rever após o finale) foi Dirk Gently’s Holistic Detective Agency. Livremente baseada na obra original de Douglas Adams, a série é uma mistura maravilhosa de detetive, romance, amizade, assassinato, mistério, oculto, comédia, animais e autodescoberta. Com uma estreia modesta, a série cresceu em público e reconhecimento e está colhendo os frutos na convenção de 2017. Pela primeira vez no Hall H (um dos maiores da convenção), a plateia estava lotada aguardando o inicio do painel e vibrou com a chegada dos integrantes. Estavam lá os atores Elijah Wood (Tood), Samuel Barnett (Dirk), Hannah Marks (Amanda), Jade Eschete (Farah), Fiona Dourif (Bart), Mpho Koaho (Ken) e as […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter