Um Dia de Cada Vez – 1×02 Bobos and Mamitas

7 de janeiro de 2017 Por:

O segundo episódio de Um Dia de Cada Vez entregou um plot mais elaborado quanto à questão do machismo, um tema que, aparentemente, será muito explorado ao longo da temporada. Já preciso dizer que estou adorando a abordagem que a série dá para assuntos sérios como esse, nunca de uma forma didática e chata, mas de um jeito leve e engraçado, e que, espero eu, provoque reflexões acerca da temática.

Os problemas centrais do episódio giraram em torno de Elena e Penelope; enquanto a primeira enfrentava dificuldades em ser levada a sério na escola, a segunda passava pela mesma situação no trabalho, com o pateta do Scott. Toda a discussão que a mulher teve com o enfermeiro foi muito fiel ao que a gente é obrigada a escutar por aí, né? Além de o cara ter jogado a carta do “machismo reverso”, ainda tivemos a revelação de que o homem ganhava mais do que ela, o que serviu como estopim para o pedido de demissão de Penelope.

E o que dizer de Elena, que mal conheço e já me dá tanto orgulho? Foi legal ver ela dando uma chance à estratégia da avó, que, mesmo não dando certo, mostrou que às vezes é necessário tentar enxergar as coisas usando uma outra perspectiva, como foi o caso da quinceañera, quando a garota acabou cedendo após entender os motivos de sua mãe. Sempre bom ver que, apesar de todas as discussões, a família consegue se entender no final.

Cada episódio é uma verdadeira lição de como gerações diferentes podem aprender uma com a outra e não precisam, necessariamente, se atacar ou provar o tempo todo quem sabe mais, quem está certo ou errado; mesmo esse sendo o principal papel de Lydia muitas vezes, da forma mais cômica sempre. Até agora tenho gostado e me divertido bastante com a série!


E você, o que achou desse episódio de Um Dia de Cada Vez? Não deixe de me contar nos comentários e até a próxima review!

Estudante de humanas que já perdeu a conta de quantas séries fizeram e fazem parte de sua vida. Fã da internet, da literatura e do ócio; especialista em...

Ler perfil completo

São Paulo/SP

Série Favorita: Veronica Mars

Não assiste de jeito nenhum: The Vampire Diaries

  • Dééh Rodrigues

    Ah… a série me ganhou no momento que começou a colocar na pauta assuntos tão importantes de uma maneira tão simples e ácida.

O que você precisa saber de Punho de Ferro antes de Defensores

5 dias atráscomentarios

O último dos Defensores a mostrar sua cara foi também o mais controverso de todos. Se Demolidor estreou sob o peso da expectativa positiva, Punho de Ferro tinha a dura missão de provar a todos que a crítica prévia estava errada e que a saga de Danny Rand valia a pena. A série protagonizada por Finn Jones, conhecido por interpretar Sor Loras em Game of Thrones, sofreu duras críticas pelo ritmo diferenciado, a ausência de um aprofundamento no misticismo e as fracas artes marciais.  Se a série conseguiu ou não se sair bem, vai do ponto de vista de cada um. De uma maneira geral, dá pra dizer que Punho de Ferro é diferente de suas companheiras de universo porque seu […]

Leia o post completo

O que você precisa saber de Luke Cage antes de Defensores

6 dias atráscomentarios

Dando sequência no dossiê especial que preparamos para você ficar pronto para a chegada de Defensores na próxima sexta, hoje é dia de retomar os fatos da primeira temporada de Luke Cage, um dos personagens mais controversos dessa leva de séries da parceria Marvel e Netflix. Nosso primeiro contato com Luke acontece ainda em Jessica Jones, quando o cara é introduzido como buddy call da investigadora e tudo parece muito ao acaso. Porque, na verdade, é mesmo. Aquele foi o primeiro teste do ator no papel e até uma maneira do roteiro sentir como que o público reagiria a chegada do próximo defensor. As reações na época foram bem mistas porque, como podemos colocar de uma maneira legal, Mike Colter […]

Leia o post completo

O que você precisa saber de Jessica Jones antes de Defensores

1 semana atráscomentarios

A primeira série da Marvel protagonizada por uma mulher começa quando os pais de Hope Shottman (Erin Moriarty) pedem a ajuda de Jessica Jones (Krysten Ritter) para investigar o paradeiro da filha, e ela então descobre que o sequestrador da moça é ninguém mais ninguém menos que Killgrave (David Tennant): aquele que a traumatizou através de um relacionamento abusivo. A moça não é então a típica heroína a qual estamos acostumados, e algumas vezes até chegamos a duvidar se podemos chama-la assim. Por ter um passado marcado pelo abuso sua personalidade se torna um tanto ácida e sombria, além de deixar para a personagem um descontrole no consumo de álcool e a ideia de que desistir é a melhor saída, e […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter