Alexis Bledel fala sobre o impacto de The Handmaid’s Tale e vitória no Emmy

11 de setembro de 2017 Por:

E o Emmy de Melhor Atriz Convidada de drama é de Alexis Bledel, que emocionou todo mundo em seu discurso de vitória, pelo papel de Emily/Ofglen em The Handmaid’s Tale. Ela aproveitou o momento em cima do palco não só para agradecer a todos que a ajudaram a chegar até lá, mas também falar sobre a campanha da série em parceria com o Change.Org, que ela disse ter sido feita para “nos encorajar a fazer algo… assine, tenha uma voz e permaneça alerta”.

Na série, a personagem de Alexis é uma mulher que se revolta contra o regime opressor em que vive – o mesmo que matou sua esposa – e participa de um grupo secreto de resistência, o Mayday. A distopia produzida pelo Hulu é baseada na história escrita por Margaret AtwoodO Conto de aia, que mostra um mundo teocrático em que as mulheres são exploradas sexualmente e não têm nenhuma autonomia na sociedade. Sua participação na série foi tão bem recebida que a atriz já foi garantida como parte do elenco regular da segunda temporada, que deve estrear apenas em 2018.

Divulgação/Hulu

Em seu discurso de aceitação do prêmio, Bledel agradeceu à “magnífica Ann Dowd [tia Lydia]” e também a Bruce Miller, produtor e roteirista, que “escreveu um personagem que demonstra tanta força em meio a esta devastação e sugeriu que eu a vivesse”. A atriz também não poderia deixar de citar Elisabeth Moss, colega de elenco que é produtora da série e indicada ao Emmy de melhor atriz de drama, que teve um papel definitivo na escalação da personagem. “Obrigada Elisabeth Moss por me receber para fazer parte deste trabalho maravilhoso.”

Sobre o impacto da série, Alexis disse que “é algo realmente incrível quando nós conseguimos acender discussões” e, quando perguntada sobre o que mais a afetou pessoalmente, falou que “eu certamente tenho ouvido muito sobre o assunto [liberdade da mulher] e estado bem engajada nesta mudança. Amo que minha personagem é tão forte mesmo encarando tantas adversidades. Eu não posso mais esperar pra voltar ao trabalho e vivê-la novamente”.


A série teve 13 indicações ao Emmy, levou 3 prêmios nas categorias técnicas e concorre a muitos outros na cerimônia principal, que acontecerá no próximo domingo. O que muita gente não sabe é que ela foi oferecida à Netflix, que rejeitou o projeto antes do Hulu aceitá-lo.

Curiosa por natureza. Chata por vocação. Social media por paixão. Viciada em séries e novela por culpa da prima que a largava na frente da TV para poder...

Ler perfil completo

Palhoça/SC

Série Favorita: Gilmore Girls

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

  • Amanda ♐️

    Amei que ela ganhou, amei que ela evoluiu tanto como atriz e tenha feito um trabalho tão superior ao resto de sua carreira. Espero também que ela continue fazendo papéis que a fazem tão feliz, que mostrem seu potencia e que continue a ganhar prêmios por eles. Pois é realmente gratificante ver a diferença do posicionamento dela em relação a The Handmaid’s Tale (ela parece bem mais confortavel, incluida e animada, diferentemente dos seus outros trabalhos onde ela parecia deslocada e com ares de que “não queria estar aqui” hahaha) para seus demais trabalhos. Uma rápida do correção: nem esposa dela, nem o filho dela morreram, ambos conseguiram fugir para o Canadá pois possuiam passaportes.

    • Renata Carneiro

      Concordo com todas as suas ponderações, Amanda! Ela tá super segura e inserida, mandou muito bem! Feliz pelo prêmio da nossa eterna Rory! 🙂

1 Contra Todos

1 semana atráscomentarios

Com a lei de incentivo à produção nacional, várias produções poderiam sair do papel. Muitas delas não têm a menor pretensão de introduzirem uma ideia nova ou em mesmo de fazer sucesso. É por isso que uma série estoura na medida em que 1 Contra Todos fez, a gente tem que prestar atenção e dar os louros. Cadu (Júlio Andrade) é um advogado de Taubaté que será pai pela segunda vez, mas perde o emprego devido seus princípios éticos. Para piorar sua situação, é injustamente preso ao ser confundido com o Doutor do Crime, maior traficante do país. Para tentar sobreviver, e com o apoio de sua esposa Malu (Julia Ianina), ele decide se passar pelo criminoso como única forma […]

Leia o post completo

Queens que merecem redenção em RuPaul’s Drag Race: All Stars – Parte 2

1 semana atráscomentarios

Comemorando que RuPaul’s Drag Race acaba de conquistar o Emmy de Melhor Apresentador de Reality, Melhor Edição de Fotografia e Melhor Figurino (pelo episódio: Oh! My! Gaga!), além da VH1 não perder tempo em agendar a próxima edição All Stars para Janeiro de 2018 (está quase chegando!), em breve teremos a lista oficial das queens que estarão retornando para brigar por um lugar no Hall Of Fame do programa e ter a oportunidade de reescrever parte da sua história na competição. Assim como na primeira parte desse especial, eis aqui uma outra lista de participantes que não conseguiram atingir seu potencial e chegar longe na competição. Então, shall we begin? Trixie Mattel – Temporada 7 (Top 6) Oh honey! Quem não […]

Leia o post completo

Stephen King na televisão

1 semana atráscomentarios

Stephen Edwin King sem dúvida alguma é um (se não for “o”) maior escritor de terror e suspense de todos os tempos. Nascido em Portland, no estado de Maine, cenário da maioria das suas histórias, em 21 de setembro de 1947, teve uma infância complicada, tendo seu pai abandonado a família quando ainda tinha dois anos, e testemunhou um acidente com a morte de um amigo. Já escrevia desde criança, e vendia suas histórias aos amigos. Estudou inglês na Universidade do Maine, casou-se com Tabitha Spruce, em 1971, e lecionou sua formação em Hampden, enquanto isso escrevia para revistas masculinas. Teve problemas com álcool, e em 1999 sofreu um acidente sério, em que foi atropelado enquanto caminhava aos arredores de […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter